• América do Sul

    Lima, Peru

    A melhor época para viajar a Lima é de maio a setembro. Durante esse período as temperaturas são levemente mais agradáveis, e a chuva dá uma trégua aos visitantes.

    Porém, a época mais barata vai de novembro a março.

    Clima

    Semelhante ao clima de Bali, Peru tem basicamente duas estações: Seca, de maio a outubro, e chuvosa.

    Para passar o dia ao ar livre, dias de sol são o ideal. Só tem um problema: O sol escaldante e alta umidade são a combinação perfeita para quedas de pressão.
    Se você é fraco para calor, como eu, recomendo que vá durante a época seca, mesmo sendo um período mais caroe movimentado.

    Durante o período chuvoso, poucos dias não têm chuva nenhuma, mas a flora fica ainda mais bonita, com verdes mais intensos e céu azul.

    Até a neblina da praia combina com o visual

    Alta vs baixa temporada

    A alta temporada compreende todo o período de seca, e você pode sentir dificuldade para encontrar hotéis e Airbnbs com preços agradáveis e disponibilidade.
    O ideal é planejar com um pouco de antecedência para não ter que pagar mais caro por algo ruim, ou até mesmo ficar sem opção alguma.

    Por ser uma cidade de custo mais baixo, muitas pessoas vão a Lima para passar suas férias ou feriados prolongados. Não fica tão lotada quanto Buenos Aires, mas a presença dos turistas não é difícil de ser notada.

    Uma boa pedida na hora de comprar souveniers é procurar artesãos locais.
    Seu presente terá mais valor e você ajuda artistas a peruanos a manter a tradição

    Passeios únicos

    Restaurantes estrelados

    O Peru tem diversos restaurantes incríveis de comida local e internacional, e você pode ter o prazer de comer em um estrela Michelin em Lima! Dois deles são o Central Restaurante e o Astrid & Gastón, que era francês e evoluiu para cozinha 100% Peruana.

    A comida peruana tem cores e sabores incríveis!

    Antiguidades “peculiares”

    O Museu Larco tem uma coleção muito extensa de arte pre-colombiana, principalmente cerâmicas, um jardim maravilhoso e uma sala especial que leva muitos visitantes ao museu: Sala de arte erótica. Apesar de ser algo tão atual, as peças têm mais de 3 mil anos e tratam não só de sexo, mas da forma do corpo em si, gravidez, parto, etc.

    Vasos como esse eram utilizados principalmente em rituais religiosos

    Jantar em ruínas

    A Pirâmide Huaca Pucllana foi construída entre 200 d.c e 700 d.c e apesar de estar em ruínas, é um pedaço da história do Peru que foi preservada e vale a visita. Já que você estará por lá, que tal jantar na pirâmide??? Fazendo reserva com antecedência, você consegue uma mesa ao ar livre, no pátio da Huaca Pucllana!

    Impressionante ver o nível de detalhamento dos objetos encontrados na pirâmide!

    Arte de rua

    Pra quem curte grafite, o bairro Barranco é praticamente uma galeria a céu aberto. As pinturas estão por toda parte colorindo os muros, basta uma breve caminhada para encontrar uma porção.

    Gótico suave

    • Abaixo da estação Gamarra fica o Mercado de Brujas. Se você quer comprar material pra um chá curativo ou só satisfazer sua curiosidade, nem precisa pegar sua vassoura, pode ir de trem que é tranquilo.
    • Gran Hotel Bolivar recebeu diversas celebridades, em seus quase 100 anos de funcionamento, mas também é conhecido pelo delicioso Pisco Sour e por seus corredores assombrados. Se quiser conhecer a moça que se suicidou pulando da janela, ela ainda caminha pelas áreas comuns do hotel 👻
    • Diversas cidades no mundo possuem igrejas e catacumbas repletas de ossadas humanas, mas poucas delas têm mais de 70 MIL CORPOS, como o Convento de San Francisco.
    Os ossos formam padrões e mandalas macabras muito interessantes.
    Principalmente se você ignorar que foram pessoas!

    *Importante! A visita precisa ser agendada com antecedência.*

    Turistando

    Águas dançantes

    O Circuito Mágico del Agua é um espetáculo é composto por diversos espetáculos em chafarizes do Parque de la Reserva. Dependendo do horário, você poderá presenciar o espetáculo multimedia, com projeções na cortina d’água! Atualmente o espetáculo principal acontece 19:15h, 20:15h e 21:30h.

    Peña

    Se for a Lima, assista a uma apresentação de  Peña em Don Porfirio! É como ver tango em Buenos Aires: único e necessário.

    Peña foi criada nos guetos de imigrantes, na Lima central. É um tipo de música folclórica que mistura ritmos africanos, andinos e espânicos. Nunca viu ou ouviu nada sobre peña? MELHOR AINDA! Vá sem saber nada e surpreenda-se!

    Lima vista de cima

    Os colonizadores espanhóis construíram centenas de igrejas católicas por todo o Peru, quase como uma a cada esquina de Lima, e você possivelmente vai ficar cansado de ver tantas delas. Reserve um pouco da sua disposição para o Convento de Santo Domingo

    Além de ter um pátio pitoresco e pinturas em seu interior, a vista que se tem da torre vale todo o passeio.

    Se quiser ir além, você pode fazer um bus tour pelo centro histórico e terminar o passeio no topo do Cerro San Cristóbal. Se a neblina e as nuvens colaborarem, as fotos para o instagram estarão garantidas.

    Outra opção é visitar o Comunal Coworking e ver essa vista da foto.
    Mas quem quer trabalhar tendo uma cidade inteira pra explorar???

    MATE Museu

    O MATE fica numa mansão republicana do século XIX, no bairro Barranco, onde tem centenas de grafites pelas ruas, e tem desde indumentária tradicional até fotografias.

    A exposição permanente é do renomado fotógrafo Mario Testino, e a sala com mais destaque é onde está o vestido utilizado pela princesa Diana em seu último ensaio fotográfico, além das fotos feitas nesse dia.

    O fotógrafo Mario Testino com os registros que fez da Princesa Diana.

    Paraíso dos chocólatras

    A história do Peru é marcada por rituais e drinks compostos por cacau, e você terá o prazer de saborear iguarias ao estilo dos Mayas e Conquistadores. Além de comer barras e doces prontos, que tal criar seu próprio chocolate?

    No ChocoMuseo você pode! Além de chocolates, você pode fazer um curso de gastronomia peruana, que vai desde ceviche a Pisco Sour.

    Pra quem quer um pouco mais!

    • Praça fofinha: O Parque Kennedy é o reduto de dezenas de gatinhos. Não se sabe o motivo deles escolherem a praça para morar, mas sabemos o motivo das pessoas irem pra lá 😉
    • Canta Rana: Comida Criolla e Peruana de alta qualidade em um ambiente familiar, sem luxo, mas com muito sabor.
    • Voar de parapente nas praias peruanas. Não é um passeio barato, mas é muito divertido!
    Que tal se sentir um pássaro e ver Lima do alto?

    *A voltagem em Lima é 220V e as tomadas são type A, B, C.

     

     

     

     

     


    Esquecemos de algo? Tem alguma dúvida?

    Se você tem alguma dúvida específica ou quer alguma recomendação, diga aí nos comentários.

    Compartilhe com seus amigos
  • Destinos relacionados

    Sem comentários

    Deixe um comentário